Passaram 12 clubes da 1ª divisão (Aborim, Leões, Leocadenses, Carvalhal, Macieira, Fonte Coberta, Pereira, Lijó, Oliveira, Remelhe,Palme,Perelhal, à 2ª Eliminatória. As restantes 6 (Carapeços, Milhazes, Paradela, Negreiros, Fragoso e Sequeade) ficaram pelo caminho, dado que eram jogos a eliminar entre clubes de 1ºDivisão. Todos os clubes que defrontaram equipas da 2ª divisão (Leocadenses, Perelhal, Palme, Oliveira e Macieira) levaram de vencidos os seus adversários, daí não ter havido tomba gigantes nesta eliminatória. 

Leões da Serra 1-0 Carapeços

Destaque para o jogo entre os Leões da Serra e o Carapeços, sendo que os da casa levaram a melhor vencendo por 1-0, golo apontado por Diogo aos 68 minutos. Duas equipas que estão no topo da tabela. O fator casa acabou por dar uma ligeira vantagem aos Leões, que seguem assim no encalço da sua 2ª Taça de Barcelos, título alcançado na época 2013-2014. O Carapeços terá que esperar para a próxima época, para tentar chegar a 7ª Taça. A última conquistou-a na época 2015-2016. 

Cristelo 3-3 Perelhal. (5-6 Após prolongamento)

Parece um resultado em grandes penalidades mas não, foram mesmo golos em futebol corrido!

Marcar 3-3 no tempo regulamentar (90 minutos) ainda poderemos considerar normal, agora apontar mais 5 na meia hora de prolongamento é pouco comum! O jogo teve várias cambalhotas no marcador! 1-0, 1-2, 2-2 2-3, 3-3. 5-3, 5-6! Não contam títulos da taça nos seus palmarés, Perelhal ainda o pode vir conseguir esta época.

GDR Campo 0-1 Águas Santas

Este resultado é meia surpresa, dado que o GDR Campo além da experiencia acumulada nas épocas anteriores de 1ª divisão, estando ainda a fazer um bom arranque de temporada, onde apenas tinha cedido um empate em casa, não soube, ou não conseguiu esse facto a seu favor e foi eliminado da taça. O Águas Santas segue em frente e pode ainda alcançar o que seria a sua 3ª taça de Barcelos. O GDR Campo só na próxima época poderá repetir a proeza conseguida na época 2014-2015 vencendo até agora uma taça de Barcelos.  

Pereira 2-0 Sequeade

O Pereira interrompeu o bom ciclo de resultados do Sequeade e venceu por 2-0. Podemos considerar um resultado normal com o fator casa a prevalecer em ligeira vantagem. Não consta nenhum troféu (Taça) no palmarés destas duas equipas. Pereira tem a chance de o conseguir ao seguir em frente.

Leocadenses 2-1 Estrelas

É jogo de paciência a que nos habituou esta equipa do Leocadenses, parece não ter pressa de ir ao pote com sofreguidão. Falamos do tempo de jogo a que o Leocadenses inaugurou o marcador muito próximo do intervalo. O 2-0 chegou ao abrir a 2ª parte. A equipa de Os Estrelas reduziu logo de seguida para 2-1, e mais uma vez a paciência de levar a magra vantagem até final. O Estrelas não consta no palmarés dos títulos da taça. O Leocadenses segue em frente e vai no encalço do seu 4º troféu nesta competição. A última foi alcançada na época 2012-2013.    

Feitos 2-0 S. Martinho

Não há jogos iguais, e este da taça foi bem diferente do jogo da jornada anterior referente à 6ª jornada, entre as mesmas equipas no mesmo local, onde o Feitos foi goleado por 4-0. Desta vez foi o S. Martinho a ficar a zero, tendo ao que tudo indica gasto a pólvora toda na semana passada. Não constam títulos deste troféu em nome destas equipas. 

Baluganense 2-2 S. Mamede (3-2 após prolongamento)

Outro jogo entre as mesmas equipas, em que o resultado mudou em competições diferentes.

O S. Mamede tinha ido vencer o Baluganense por um concludente 4-1 na 1ª Jornada, desta vez foi o Baluganense a levar a melhor no prolongamento. A marcha do marcador foi esta. 0-1, 1-1 2-1 2-2 3-2.  Esta foi a 1ª vitória da época do Baluganense, no campeonato constam 5 derrotas e 1 empate. Não constam títulos deste troféu em nome destas equipas.

Cossourado 0-5 Palme.

Apesar de se defrontarem uma equipa da 1º e outra da 2ª divisão, previa-se um jogo mais equilibrado, além disso, o Palme no campeonato ainda não venceu, leva 4 derrotas e 2 empates, estando em último lugar da tabela. Em contra partida o Cossourado ainda não tinha perdido esta época (única equipa da 2ª divisão) somando 4 vitórias 2 empates. Soma 14 pontos e está em 2º lugar na tabela com apenas menos 1 ponto que o S. Martinho que lidera com 15.

Ao intervalo a equipa do Palme já vencia por 4-0! O Palme segue em frente com o sonho de poder repetir a proeza alcançada na época 2009-2010 em que venceu este mesmo troféu. O Cossourado adiou a sua estreia na lista dos vencedores. 

Lijó 4-1 Paradela

 O Paradela parece ter perdido o fulgor com que iniciou a época, nomeadamente nos seus jogos disputados fora de casa. Este Paradela tinha vencido neste mesmo campo por 4-0, em jogo da 3ª Jornada. Desta vez não conseguiu repetir a proeza e foi goleado por 4-1, e terá que esperar pela nova época para tentar repetir a proeza alcançada em 2005-2006, época em que venceu este mesmo troféu. O Lijó continua a sonhar que pode escrever o seu nome pela 1ª vez.

Silveiros 0-3 Oliveira

São algo parecidos os emblemas destes dois clubes, no formato e na cor azul. Com emblemas à parte, o Oliveira fez valer a lei do mais forte e venceu confortavelmente por 3-0. O Oliveira continua a ter bons pergaminhos na taça, e com a passagem à fase seguinte está em condições de vencer a 2ª Taça de Barcelos, a 1ª está bem fresca na memória, conseguida na época 2017-2018. O Silveiros o melhor que conseguiu foi estar presente numa final em que perdeu para o Leocadenses no prolongamento, na época 2012-2013.

Carvalhal 1-0 Negreiros.

O Carvalhal depois de voltar a casa, consegue manter o ciclo de vitórias. Não foi fácil perante um Negreiros que até começou bem a época, mas claudicou na última jornada em casa com o Sequeade ao ser goleado por 4-1, números algo pesados para as suas anteriores prestações. O Carvalhal é o detentor do título, segue em frente para a reconquista e poderá somar o seu 2º título. O Negreiros terá que esperar para a próxima época para tentar repetir a proeza de 2016-2017 em que venceu este troféu pela única vez.   

Pedra Furada 0-2 Macieira

Resultado sem surpresas com lei do mais forte (1ª Divisão) a imperar. O Macieira persegue o [email protected] troféu o [email protected] foi alcançado em 2011-2012. Não consta qualquer título deste troféu em nome do Pedra Furada. 

Fonte Coberta 2-1 Bastuço

Desta vez o Fonte Coberta quebrou o enguiço e venceu pela 1ª vez esta época em casa, depois de ter perdido os 3 jogos para o campeonato ali realizados. Desta vez foi perante uma equipa da 2ª divisão, mas que não deixa de ter as suas armas para vencer em qualquer campo. Não constam títulos deste troféu em nome destas equipas.

Silva 2-2 Chorente (4-5 após G.Penalidades)

Este resultado não se pode chamar de surpreendente, dado que esta equipa do Silva (agora na 2ª divisão), está muito longe daquilo que nos habituou vários anos na 1ª divisão. Está em sérias dificuldades neste início de época na divisão secundária, e por este andar não será fácil regressar à 1ª divisão. O Chorente venceu e segue em frente. Ambas as equipas não constam com o seu nome nos títulos deste mesmo troféu. 

Milhazes 0-1 Aborim

Este foi não foi único jogo entre equipas da 1ª divisão em que a equipa da casa saiu derrotada. O Remelhe também venceu em Fragoso. Estas equipas regressaram à 1ª divisão esta época e ainda anda à procura da regularidade. A turma do Aborim a segue  em frente. Não constam títulos deste troféu em nome destas equipas.  

Fragoso 0-2 Remelhe

Não foi de todo surpreendente esta vitória do Remelhe em Fragoso, tendo em conta o que cada uma destas equipas vem fazendo neste início de temporada. O Fragoso está ainda à procura da regularidade dos anos anteriores. O Remelhe tem vindo em crescendo desde o início de época estando até num 5º lugar na tabela classificativa a contrastar com o 14 º lugar do Fragoso.

O Remelhe segue o sonho que lhe escapou nas duas últimas 2 finais consecutivas deste troféu em que perdeu para o Oliveira e Carvalhal nas duas últimas épocas.